Páginas

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Após vitória, teresopolitanos seguem confiantes na conquista do Hexa



O jogo foi emocionante. Após o empate em 1 a 1 no tempo normal, Brasil e Chile tiveram que disputar nos pênaltis para decidir quem ficaria com a vaga nas quartas de final da Copa do Mundo 2014. Enquanto o placar se arrastava no empate, a torcida teresopolitana se mostrava confiante na vitória brasileira.

Vestidos de verde e amarelo, os torcedores que compareceram ao Regadas, para assistir ao jogo através do telão instalado pela Prefeitura, vibraram a cada cobrança dos pênaltis.

O torcedor Geovanni Machado está confiante no Brasil. Para ele, o time verde e amarelo irá enfrentar a Argentina na final do Mundial. “Com certeza vai dar Brasil e Argentina na final, com vitória do Brasil por 3 a 0. E vou vir assistir aqui no Regadas, com essa torcida toda animada”, garantiu o torcedor.

Roger de Freitas, também bastante empolgado com a Seleção, acredita que o Brasil seguirá firme na competição para enfrentar a Argentina na grande decisão. “O Brasil vai chegar à final e vai jogar contra a Argentina. Rumo ao hexa!”, profetizou.

“Estou bastante confiante no Brasil e quero continuar vendo dos jogos da Seleção aqui no Regadas, através do telão. Estamos nos divertindo bastante, com esse povo maravilhoso”, disse a torcedora Viviane Silva, que está assistindo todos os jogos do Brasil no Parque Regadas.

O Brasil avançou para as quartas de final e tem pela frente a Colômbia, na próxima sexta-feira, 4, às 17h. O jogo será realizado no Estádio Castelão, em Fortaleza.

Mais uma vez, a Prefeitura vai instalar dois painéis de LED para transmitir o jogo do Brasil. Um painel será colocado na Av. J. J. de Araújo Regadas, o tradicional Parque Regadas, no centro, e o outro será instalado na Praça Samuel Macário, em frente à Escola Municipal Francisco Maria Dállia, em Bonsucesso, no interior do município.

Estudantes do UNIFESO realizam workshop sobre construção de casas populares

Com o objetivo de buscar informações sobre a gestão de produção e operações do processo de construção, os estudantes do curso de Engenharia de Produção do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) fizeram uma visita técnica, no dia 31 de maio, às obras das casas populares na Fazenda Ermitage, às margens da BR-116 (Estrada Rio-Bahia). O projeto é desenvolvido pela empresa Emccamp Residencial e no local serão construídos 1600 apartamentos para os desabrigados da tragédia natural de 2011.
A atividade foi acompanhada pela professora Edenise Antas, dos cursos de Engenharia Ambiental e Sanitária e Engenharia de Produção e assessora de Pós-Graduação na Diretoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão (DPPE). “Conhecemos todas as etapas de produção dos apartamentos e também fizemos um questionário que foi respondido pelo engenheiro responsável”, contou.
Para o estudante Régis Hiroshi Miura, do 6º período, “toda vivência prática nos proporciona uma visão mais ampla. No campo de trabalho existem pessoas, instrumentos, ferramentas, máquinas e situações de risco dos quais não temos a menor noção até estarmos no local. A prática é uma das qualidades que gostaria de destacar nesta Instituição”.

Workshop
Nessa atividade, o grupo realizou, no dia 25 de maio, o workshop “Gestão de produção e operações da construdora EMCCAMP: o processo de construção de apartamentos para os desabrigados da tragédia natural ocorrida em janeiro de 2011 na cidade de Teresópolis-RJ”, na disciplina “Organização do Trabalho e da Produção”. Foram trabalhados temas relativos à Gestão de Produção e Operações, que consiste em planejamento estratégico, rede de operação, rede de suprimento, ou seja, todo o conteúdo do processo produtivo. Para o estudante Douglas Pereira, do sexto período, “o workshop foi bem interessante porque pudemos, através da visita técnica, observar na prática da Engenharia o que aprendemos em nossas leituras e em sala de aula”.
A professora Edenise explicou que a abordagem da tragédia foi escolhida por ser relevante à sociedade teresopolitana, e além da visita técnica procurou-se levar ao encontro imagens, ilustrações e dados sobre a calamidade. “Resgatamos esta memória que não pode ser esquecida na história da nossa cidade, mas também trouxemos a perspectiva de futuro: o que representa essa obra, seu papel social, além do controle social por parte dos estudantes que, pelo fato de estarem presenciando e avaliando o processo produtivo de uma obra de grande repercussão social e que envolve o dinheiro público, estão exercendo a cidadania”, justificou a professora.

Governador Pezão e prefeito Arlei inauguram Delegacia Legal de Teresópolis



– O governador do estado, Luiz Fernando de Souza Pezão, e o prefeito Arlei inauguraram na última sexta, 26, a Delegacia Legal de Teresópolis. Localizada na Rua Alfredo Rebello Filho, no Alto, a unidade da Polícia Civil é a 154ª do estado. A solenidade contou com a presença de autoridades estaduais e municipais executivas, legislativas e judiciárias.

O prefeito Arlei fez um agradecimento especial ao governo estadual por mais uma obra realizada em Teresópolis. “Agradeço ao governador Pezão e ao Cabral pela Delegacia Legal e por tantas outras obras em nosso município”, frisou Arlei, que estava acompanhado da primeira-dama, Alessandra Rosa, do vice-prefeito Marcio Catão e de secretários municipais.

O governador Luiz Fernando Pezão pontuou que o programa estadual Delegacia Legal está praticamente finalizado. “É um prazer estar em Teresópolis para esta inauguração. Como coordenador de infraestrutura e secretário de obras toquei este programa que está praticamente terminado.  Estamos valorizando a segurança pública também com aumento do salário dos policiais e incorporação da gratificação, um anseio de 12 anos. Esse investimento permite o crescimento do estado, com a instalação de mais empresas, por exemplo”, frisou Pezão.

A solenidade contou ainda com a presença do secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, do chefe de Polícia Civil do estado do Rio, Fernando Veloso, e do coordenador do Programa Delegacia Legal, César Campos. “Quero destacar que a Delegacia Legal tem como características fundamentais a dignidade com relação ao atendimento à população e a melhoria das condições de trabalho dos policiais”, ressaltou Beltrame.

O delegado titular da 110ª DP, Marcos Antônio da Silva, pontuou os benefícios do programa. “Além do investimento na excelente estrutura física e na tecnologia, e o trabalho dos policiais e do atendimento psicológico e de assistência social, essa unidade vai somar junto a outros órgãos em uma parceria que tem funcionado muito bem”.

“Uma grande conquista para o município”

O secretário municipal de Segurança Pública, Marcos Antonio da Luz, frisou que a inauguração é um marco para Teresópolis. “A vinda da Delegacia Legal é uma grande conquista para o município e para o governo do prefeito Arlei, que conseguiu trazer o programa para a cidade. Essa unidade vai melhorar a agilidade no inquérito, os meios de comunicação vão facilitar o registro de ocorrências, entre outros benefícios”, comentou Da Luz.  

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública, Nadim Kantara, os comandantes do 30º BPM (Batalhão de Polícia Militar), cel. Cleber Maia, e do 16º GBM (Grupamento de Bombeiro Militar), cel. José Ricardo Leal, e os vereadores Anginho e Dedê da Barra também compareceram à cerimônia.

“Hoje é um dia em que todo cidadão de Teresópolis deve ter orgulho. Foi uma luta de anos, onde toda a comunidade teresopolitana se engajou para que conseguíssemos ter a Delegacia Legal no município. Agradeço ao prefeito Arlei por todo o empenho para que esse projeto se tornasse realidade”, afirmou Nadim Kantara.

Considerada de grande porte, a unidade tem dois andares, sendo 298,87 metros quadrados no primeiro pavimento e 276,40 metros quadrados no segundo. Foram investidos R$ 2.251.176,46 nas obras.

A eliminação das carceragens nas delegacias, a melhoria das condições de trabalho para os policiais com as novas instalações, além da informatização das atividades com a interligação das unidades em rede, são os benefícios do Programa Delegacia Legal para a população.

Professora do Unifeso conclui doutorado em Clínica e Reprodução Animal


A professora Tatiana Didonet Lemos, do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), concluiu neste ano o seu doutorado na área de Clínica e Reprodução Animal pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Sua tese, intitulada “Caracterização molecular e avaliação dos parâmetros clínicos e hematológicos de cães naturalmente infectados por piroplasmas – Rangelia vitalii e Babesia vogeli – em cidades serranas do Estado do Rio de Janeiro”, teve como objetivos avaliar as alterações clínicas e hematológicas de cães naturalmente infectados por piroplasmas (parasitas) nas cidades serranas do estado do Rio de Janeiro e diferenciar as espécies envolvidas através do diagnóstico molecular. Segundo ela, por meio deste trabalho foi possível identificar espécies de piroplasmas – Rangelia vitalii e Babesia vogeli – através da biologia molecular. “As alterações clínicas e hematológicas observadas são importantes para auxiliar o clínico veterinário de pequenos animais a identificar corretamente estas hemoparasitoses e estabelecer o tratamento apropriado”, justificou a professora.

Estradas rurais recebem obras de drenagem pluvial

 
A presidente da Emater-Rio e coordenadora do Programa Estradas da Produção, Stella Romanos, vistoriou na última sexta-feira (27/06), em Nova Friburgo, as obras de drenagem pluvial em estradas vicinais do município. Com recurso do Banco Mundial, da ordem de R$ 4 milhões, o trabalho é coordenado pelo programas Estradas da Produção e Rio Rural, da secretaria estadual de Agricultura.
 
As obras estão beneficiando, simultaneamente, as estradas Floresta Mendes – Salinas e de Pilões, em Nova Friburgo; Água Quente – Batume e Serra do Vale Alpino, em Teresópolis; e, por fim, a estrada SU-02, com início na localidade de Lagoa, em Sumidouro. As vias foram selecionadas a partir de critérios que priorizam o atendimento ao maior número de agricultores familiares e volume de escoamento da produção. Ao todo, quase 13 mil quilômetros de estradas estão recebendo canaletas de drenagem e caixas coletores de águas pluviais. Desse total, 8,2 quilômetros são de vicinais em Nova Friburgo.
 
Recentemente estas mesmas vias já haviam sido contempladas com limpeza e acabamento da pista, gradagem e escarificação do solo, manutenção de saídas de águas pluviais e de nascentes, compactação com rolo, entre outros serviços, realizadas pelo Programa Estradas da Produção. Todas essas ações de infraestrutura rural complementam os trabalhos de recuperação da capacidade produtiva após a catástrofe climática de 2011 na Serra fluminense, região considerada a primeira em produção de hortaliças folhosas, a terceira em termos de concentração da agricultura familiar, e a que possui a maior diversificação das atividades agroindustriais no estado.
 
"Desde 2013, só em Nova Friburgo, recuperamos 183 quilômetros de estradas vicinais em diversos pontos do município. Além disso, investimos também na aquisição de maquinário e na construção de várias pequenas pontes rurais", destacou Stella.
 
Revestimento primário
 
Em 2013, diversas vias de escoamento agrícola dos municípios de Bom Jardim, Nova Friburgo, Sumidouro e Teresópolis receberam aplicação de material de revestimento primário (brita tipo bica corrida) para melhorar a condição operacional de acesso dos moradores e de escoamento da produção agrícola. Executadas pelos escritórios de engenharia rural da Emater-Rio, essas obras representaram um investimento de R$ 1,9 milhão, também oriundo do Banco Mundial. Foram, ao todo, cerca de 30 mil metros cúbicos de material aplicado em 83 trechos de vias rurais considerados críticos em 22 microbacias hidrográficas. A iniciativa contou, ainda, com a parceria das prefeituras dos municípios contemplados.
 
Na parte da tarde, em Nova Friburgo, a presidente da Emater-Rio se reuniu com coordenadores das patrulhas mecanizadas de todo o estado, para avaliação das ações do Estradas da Produção.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Granja Comary: Fred dá entrevista e seleção segue para jogo contra Chile

Depois do treino da Seleção Brasileira, na Granja Comary, o atacante Fred foi o entrevistado da coletiva concedida aos jornalistas nesta quinta-feira, 26, uma hora antes do embarque da Seleção para Belo Horizonte. O Brasil entra em campo, neste sábado, 28, contra o Chile, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, às 13h.

Muito simpático, Fred respondeu aos jornalistas com seriedade profissional e uma dose de bom humor. Falou das expectativas do próximo jogo, de sua atuação e elogiou o clima de Teresópolis. “Não tivemos tempo ainda para conhecer bem a cidade, mas quando passamos de ônibus, a gente vê os torcedores empolgados, a cidade movimentada, em clima de Copa do Mundo, e isso nos incentiva muito. É uma cidade que eu voltaria com a família”, comentou o atacante.

 A seleção brasileira enfrentará o Chile pelas oitavas de final da Copa do Mundo, no início da tarde deste sábado, 28. O jogo segue o esquema mata-mata, adotado na segunda fase do Mundial, onde o time joga apenas uma vez, sendo obrigado a vencer para continuar na competição.

A população poderá acompanhar mais uma vez a partida pelos telões de LED montados pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Turismo,no Parque Regadas, no Centro, e em Bonsucesso, na Praça Samuel Macário, em frente à Escola Municipal Francisco Maria Dállia, no interior do município.

CRAS Alto realiza festa junina com tema da Copa do Mundo

Com o objetivo de promover a integração e fortalecer os vínculos afetivos e familiares, a Secretaria M. de Desenvolvimento Social, através da coordenação do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Alto, organizou uma festa junina para professores, alunos e familiares atendidos pela unidade. A confraternização, com a temática de Copa do Mundo, aconteceu na tarde desta quarta-feira, 26, na sede da secretaria.

“Os meses de junho e julho são marcados por esta tradição de festas juninas, então a coordenação do CRAS organizou esta comemoração para as alunas das oficinas. É uma forma de fortalecer o CRAS e unir coordenação, professores e alunas”, disse a secretária de Desenvolvimento Social, Graça Granito.

A festa contou com o som animado do sanfoneiro Seu Timbira, com muito forró, xote e baião, além de decoração junina e comidas típicas, como batata doce, bolo de fubá, canjica e diversos tipos de doces.

“O objetivo é sempre trabalhar o fortalecimento de vínculos com a família. E aproveitamos o momento Copa, já que Teresópolis é a casa da seleção, para realizar essa confraternização para as famílias que são acompanhadas no centro de referência”, destacou Adriana Marques, coordenadora do CRAS Alto, satisfeita com o sucesso do evento, que contou ainda com a exposição do artesanato produzido na unidade.

Outro destaque da programação foi a doação de mantas e cobertores para famílias assistidas pelo CRAS Alto. A ação faz parte do projeto Inverno Solidário promovido pelo centro de referência. “Lançamos este projeto no início do ano, que consiste na entrega de cobertores confeccionados nas oficinas do CRAS às famílias com vulnerabilidade social”, disse Adriana Marques, ressaltando que cerca de 50 famílias cadastradas e o Kairós, instituição para dependentes químicos, irão receber os cobertores.

Cultura: 60 anos de carreira de Sammi Mattar

Nesta sexta-feira, 27 de junho, será inaugurada às 19h30, na Casa de Cultura Adolpho Bloch (Praça Juscelino Kubitschek, s/nº - Araras), a mostra ’60 anos de arte’, exposição comemorativa do conceituado artista plástico Sami Mattar. 
Promovida pela Sociedade dos Artistas de Teresópolis (Soarte) e Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria de Cultura, a mostra faz uma retrospectiva da carreira do pintor, conhecido mundialmente. São 30 telas, de diferentes períodos, mas sempre no estilo surrealista, que caracteriza a obra do artista. 
Com montagem e curadoria de Ricardo Guarilha, a mostra comemorativa dos 60 anos de carreira de Sami Mattar poderá ser vista pelo público até 27 de julho, das 10h às 18h, na Casa de Cultura Adolpho Bloch. 
“Entre as muitas modalidades do segmento cultural, as artes plásticas reúnem, sem dúvida, artistas de grande destaque em Teresópolis, a exemplo do conceituado Sami Mattar. E, para nós, da Secretaria de Cultura, é motivo de muito orgulho estar ao lado do artista no momento em que comemora seus 60 anos de carreira”, destaca o secretário de Cultura, Arnaldo Almeida. 
Sobre o artista
Nascido em Mejdlaia, no Líbano, Sami Mattar é artista intermídia, desenhista, programador visual e publicitário. Chegou ao Brasil com a família em 1936. Filho de pais conservadores, que não aceitavam sua atividade como artista plástico, desenhava às escondidas, até que, em 1947, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde trabalhou como pintor de paredes e lava carros. 
Autodidata, Sami realizou sua primeira mostra individual em 1954, na Galeria Minarte, Belo Horizonte. E a partir daí, passou a fazer histórias em quadrinhos, chegando a ser diretor de arte e criação em publicidade. 
Em 1969, participou do Manifesto Expansão, realizado no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ e, no ano seguinte, do lançamento do pôster Barraca - Arte na Praia de Ipanema, no mesmo museu. 
Atuou como colaborador das revistas Tico-Tico e O Malho, além de produzir capas para a revista Veja (1972) e Shell em Revista (1980). Em 1987, foi membro do júri do Salão Novos Talentos e, em 1989, ilustrou o livro O Menino mais Bonito do Mundo, de Ziraldo (1932). 
Ao longo de 60 anos de carreira, Sami Mattar reuniu vasto acervo, com telas surrealistas que já lhe renderam elogios por parte de ninguém menos que Salvador Dali. Até hoje pinta ao menos três quadros por ano. 

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Serviço de Ortopedia do HCTCO sob nova gestão


No dia 24 de junho o professor Sandro Santos de Silos tomou posse na gestão compartilhada do Serviço de Ortopedia do Hospital das Clínicas de Teresópolis Costantino Ottaviano (HCTCO), que será exercida juntamente com a professora Mônica do Prado Figueiras Soares. A solenidade de posse contou com a presença de dirigentes do hospital, os professores Rosane Rodrigues Costa, Diretora Geral; e Luis Gustavo de Azevedo, Diretor de Integração Ensino-Assistência; da enfermeira Adriana Coutinho da Silva Fonte, Diretora de Enfermagem; e do administrador José Eduardo Maia da Rosa, Diretor Administrativo; além de representantes dos diversos setores da unidade.

A professora Rosane Costa reafirmou a importância da trajetória do Serviço de Ortopedia no hospital, tanto pela qualidade técnica dos profissionais quanto pela formação dos médicos residentes, reconhecida em nível nacional. “Espero do professor Sandro que mantenha essa qualidade e que com seu profissionalismo aprimore as relações do setor. Estou certa de que sua atuação em parceria com a professora Mônica, que é uma profissional muito dedicada e comprometida com o trabalho, trará bons resultados”, apostou a Diretora Geral.

O empossado agradeceu a oportunidade e expôs sua preocupação com alguns desafios, como a administração do sistema público de saúde e o crescimento populacional. “Estamos num hospital de alta complexidade, que dentro de um espaço físico pequeno atende a demanda da cidade e região e ainda fomenta a formação de profissionais”, destacou.  O diretor Luis Gustavo ressaltou a excelência do Serviço de Ortopedia prestado para a região e notou a grande procura de profissionais para a especialização na área. “Temos visto muito a chegada de profissionais que saem da capital em busca de uma melhor formação nesta Instituição”, disse.

Centro Administrativo da PMT será inaugurado em julho


 – Com 95% das obras de reforma concluídas, o Centro Administrativo Celso Dalmaso, localizado ao lado da Câmara Municipal, será inaugurado em julho.  Nesta sexta-feira, dia 27, o engenheiro fiscal da Prefeitura, Edison Wilson, dará início ao check list, ou seja, ele verificará se todos os serviços foram executados dentro das normas de segurança e se estão prontos para serem entregues. Somente após esta etapa será definido o dia certo da inauguração.

“Nesta quarta-feira, 25, teve início a limpeza do 3º andar e a retirada dos andaimes. O elevador já foi instalado e está pronto para uso. Faltam a recuperação da calçada na frente do prédio e o término da construção de uma rampa lateral. Na semana que vem será feita a pintura externa da escada de emergência”, enumera o engenheiro Edison Wilson.

A recuperação do centro administrativo, que estava abandonado há mais de 20 anos, teve início em junho de 2013, com a demolição do prédio anexo localizado nos fundos do imóvel, que estava com a estrutura comprometida.

Em seguida, começaram as obras de reforma, com reforço das lajes e colunas; fundação para instalação de cisterna e de escada externa de saída de emergência; construção de paredes e telhado, instalação de redes de esgoto sanitário e hidráulica; infraestrutura para elevadores; revestimento de banheiros e de copas; pintura interna e da fachada do prédio, e instalação de portas e janelas. Tanto a demolição quanto as obras de reforma foram realizadas por empresas contratadas pela Prefeitura, através de licitação.

Com três andares, elevadores, escadas de emergência, três copas e 12 banheiros nos três pavimentos, incluindo sanitários adaptados para pessoas com deficiência, o imóvel conta com várias salas, que serão utilizadas de acordo com a necessidade da Administração Municipal.

“Estão previstas para serem instaladas no centro administrativo as secretarias municipais de Planejamento e de Administração, que já funcionaram naquele prédio antes de o imóvel ter sido interditado. Também deverão ir para o local o Protocolo Geral da Prefeitura e o Tereprev (Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Teresópolis)”, pontua o secretário de Administração, José Carlos Cunha.

Com 1.896m² de área construída em três pavimentos, a edificação foi projetada em abril de 1983 e inaugurada em 1985. A primeira interdição aconteceu no início dos anos 90, sendo liberada pela administração seguinte e vetada novamente em 1999. Em 2007, ocorreram dois incêndios no local, que também abalaram a estrutura. Finalmente em 2013, o prefeito Arlei determinou a recuperação total do prédio.

Magé: Prefeitura no seu bairro atende Jardim Nazareno

Com o objetivo de aproximar cada vez mais a equipe de gestão municipal da população de Magé, será realizado nesta sexta-feira, 27, o projeto  "Prefeitura no seu bairro", na Avenida Nazareno, no Jardim Nazareno, bairro do sexto distrito. 

O prefeito Nestor Vidal, secretários e representantes dos órgãos municipais vão atender os mageenses, ouvir suas reivindicações e agilizar respostas para os problemas da comunidade. O atendimento será próximo a Creche Municipal Professora Maria Araújo da Silva, a partir das 9h.

"Nossa meta é ouvir as pessoas e fazer todo o possível para atender às solicitações. Queremos estar perto dos bairros e da população, para trabalhar junto com os mageenses na construção de um município melhor", afirma o prefeito Nestor Vidal.

Habitação popular é destaque em reunião do Conselho da Mulher

O programa de habitação popular Minha Casa Minha Vida – Entidades, do Governo Federal, foi destaque na reunião ordinária do Conselho Municipal de Defesa dos Diretos da Mulher (CMDDM) nesta quinta-feira, 26.

Gerido pelo Ministério das Cidades e operacionalizado pela Caixa Econômica Federal, o programa foi criado em 2009 com o objetivo de tornar a moradia acessível às famílias organizadas por meio de cooperativas habitacionais, associações e demais entidades privadas sem fins lucrativos. É dirigido a famílias com renda familiar mensal bruta de até R$ 1.600,00 e estimula o cooperativismo e a participação da população como protagonista na solução dos seus problemas habitacionais.

Funcionária da Gerência de Governo da Caixa, Ana Carolina Damiati explicou que, para participar do Programa, a entidade legalmente constituída precisa estar previamente habilitada pelo Ministério das Cidades, e a proposta deve ser selecionada, após a análise e aprovação dos projetos pela Caixa Econômica. A técnica detalhou todas as etapas da habilitação.

Já o arquiteto urbanista Roberto Cavalcanti apresentou o projeto de construção de uma ecovila social, dentro do programa Minha Casa Minha Vida. Trata-se de um empreendimento que prevê a construção de 215 unidades habitacionais em uma área de 23 mil metros quadrados no bairro Jardim Salaco.

A presidente do Conselho, Rosayni Batalha, informou que devido a um imprevisto, a apresentação do Programa Rede Cegonha – deatendimento qualificado e humanizado às gestantes usuárias do SUS, e que estava marcada para esta quinta, 26, será realizada em nova reunião, em data a ser definida.

Seleção Brasileira recebe crianças vítimas da tragédia de 2011


 Na tarde desta quarta-feira, 25, a Seleção Brasileira fez seu primeiro treinamento após passar para a fase mata-mata da Copa do Mundo 2014, porém, antes de colocar os pés na bola, os jogadores receberam cerca de 50 crianças vítimas das fortes chuvas de janeiro de 2011. Após o treino tático, os jogadores Willian e Luiz Gustavo e o médico José Luiz Runco, atenderam a imprensa, o principal assunto foi a partida do Brasil contra o Chile, no próximo sábado, 28, às 13h, em Belo Horizonte.
As crianças foram recebidas pelos jogadores, comissão técnica e o presidente José Maria Marin e puderam assistir ao treino da Seleção Brasileira bem de perto de seus ídolos. Antes do treino, a criançada ganhou autógrafos e posou para muitas fotos.
Moradora de Campo Grande na época da catástrofe, Renata Lippi, acompanhou os filhos Samantha, de 14 anos, e João Vitor, de 12 anos, na visita aos jogadores. “Estou muito feliz por essa oportunidade que meus filhos estão tendo. É um sonho realizado poder conhecer todos os jogadores da Seleção”.
Com brilho nos olhos, Alan de Almeida, de 13 anos, que perdeu pai e mãe, mostrava, orgulhoso, o autógrafo de Neymar, do lado esquerdo da camisa, em cima do coração. “É uma sensação surreal. Não são muitos que podem estar aqui, mas eu estou, falei com os jogadores, estive pertinho deles e todos assinaram minha camisa. O autógrafo do Neymar está aqui perto do coração, o único, os outros estão na parte de trás da camisa”, disse o Alan, deixando claro que é fã do craque do camisa 10 da Seleção.
Profissionais de imprensa de todas as partes do mundo registraram este momento único, que emocionou as crianças, os familiares e os próprios jogadores. Durante a coletiva de imprensa, o meio-campo Willian falou sobre a visita. “Foi muito importante para nós recebermos o carinho destas crianças. Ficamos conhecendo a história delas e isso nos dá mais energia para o jogo de sábado. Vamos retribuir esse carinho dando alegria em cada vitória da Seleção”, disse.
O Brasil entra em campo, no próximo sábado, 28, contra o Chile, na Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, às 13h. O jogo segue o esquema mata-mata, adotado na segunda fase do Mundial, onde o time joga apenas uma vez, sendo obrigado a vencer para continuar na competição.

Através da Secretaria Municipal de Turismo, a Prefeitura vai instalar dois painéis de LED, medindo 6mx4m, para transmitir o jogo do Brasil. Um painel será colocado na Av. J. J. de Araújo Regadas, o tradicional Parque Regadas, no centro, e o outro será instalado na Praça Samuel Macário, em frente à Escola Municipal Francisco Maria Dállia, em Bonsucesso, no interior do município.

Faetec abre mais de 76 mil vagas em cursos gratuitos em todo o Estado


Estão abertas as inscrições para as 76.774 vagas em cursos de qualificação profissional gratuitos da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), instituição vinculada à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do Rio.

Ao todo, 110 unidades em diversas regiões do Estado oferecem 80 opções diferenciadas de capacitação para os mais variados setores da economia. Destaque para os cursos de Operador de Computadores, Idiomas e Eletricista Instalador Predial.

Os interessados têm até o próximo dia 30 para concorrer às vagas somente pelo site (www.faetec.rj.gov.br), através do link “Processo seletivo de vagas aos cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional”.

Para o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Tande Vieira, as oportunidades podem ser um diferencial para os que desejam ingressar mais preparados no mercado de trabalho.

– Como programado, estamos oferecendo mais uma rodada de vagas para os cursos profissionalizantes da Faetec. É uma excelente oportunidade para quem deseja uma qualificação rápida visando ao mercado de trabalho. 

São mais de 75 mil vagas, o que demonstra nosso compromisso em manter e ampliar a educação profissional em todo o Estado. Além da oferta de vagas, vamos inaugurar novos centros vocacionais tecnológicos e escolas técnicas em municípios do interior – diz o secretário.

Para se candidatar é preciso ter o Ensino Fundamental completo e, dependendo do curso, a idade varia de 14 a 18 anos. Os cursos têm duração de 20 semanas, exceto o de NR-10 Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade, com duração de um mês. Quem não tiver acesso à internet poderá procurar um dos 97 polos da Faetec Digital distribuídos em todo o Estado e contar com o auxílio dos monitores da Fundação.

Para a presidente da Fundação, professora Maria Cristina Lacerda, a qualidade dos cursos e a dedicação dos alunos são determinantes na conquista da competitiva empregabilidade.

– As vagas oferecidas pela Faetec são uma boa oportunidade para ingresso no mercado de trabalho. Nossos alunos conquistam a empregabilidade graças a vontade de aprender uma profissão que poderá elevar o orçamento familiar, e consequentemente a qualidade de vida. É essa garra que faz com que eles sejam tão especiais e que seus currículos sejam tão valorizados pelas empresas – destaca a presidente.

O sorteio público das vagas será realizado no dia 2 do próximo mês, a partir das 9 horas, e a listagem completa publicada no site logo no dia seguinte. Após a publicação, os candidatos sorteados terão entre os dias 3 e 9 para efetivar a matrícula. As aulas começam em 4 de agosto.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Torcedores comemoram vitória do Brasil sobre Camarões

Festa brasileira, festa teresopolitana. Torcedores que se reuniram nesta segunda-feira, 23, no Parque Regadas, no Centro, e na Praça Samuel de Paula Macário, em Bonsucesso, no 3º Distrito, para assistirem juntos à partida Brasil x Camarões, não se decepcionaram diante da vitória verde-amarela por 4 a 1 exibida nos telões de alta definição, montados pela Prefeitura.

Para o conforto da torcida, além dos paineis de LED, a Prefeitura disponibilizou banheiros químicos e animação com DJs, se estendendo por uma hora depois do jogo nos dois locais, completando a alegria dos brasileiros.

A galera torceu, vibrou e comemorou os quatro gols que balançaram a rede do adversário. Tomados pela emoção da Copa, torcedores opinavam. “Vai dar 3 a 0 para o Brasil”, disse Luciano de Assis. Minha expectativa é que o Brasil ganhe de goleada dessa vez e lave a nossa alma. Meu palpite é 4 a 0 para o Brasil! “E que o Fred ressurja e faça um gol”, brincou Luciane da Costa Ramos.

Conhecido como PC, o músico Paulo César comentou a ideia da Prefeitura em proporcionar um ponto seguro e organizado em Teresópolis para a torcida se unir. “A festa está maravilhosa. Definitivamente o Parque Regadas é o ponto de encontro da juventude da nossa cidade e com segurança e organização, a festa é completa”, comentou PC.

Em Bonsucesso, no 3º Distrito, os torcedores também estavam confiantes na vitória brasileira. “Espero que o Brasil desempenhe um bom papel hoje. O time vem melhorando e acredito que vamos ganhar de 3 a 0, com dois gols de Neymar e um de Fred”, apostava Ricardo Soares, acertando os autores de três dos quatro gols do Brasil, restando o gol emplacado pelo meia Fernandinho, que substituiu Paulinho no 2º tempo.

Josiane Dallia e a mãe Rosane elogiaram a iniciativa da Prefeitura de instalar o telão em Bonsucesso. "Muito boa a ideia do prefeito Arlei de colocar esse telão aqui na praça. Assistimos aos dois primeiros jogos aqui e hoje viemos torcer de novo pela seleção”, comentou Josiane.

Reflorestamento no Campus Quinta do Paraíso do Unifeso


Em maio começaram os trabalhos de preparação da área para o plantio de quatrocentas mudas de árvores nativas da Mata Atlântica, envolvendo estudantes e professores do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO). Na primeira etapa foram abertas as covas que irão receber as noventa espécies que serão plantadas no espaço. A ação vem de dois projetos aprovados pelo Programa de Iniciação Científica, Pesquisa e Extensão (PICPE): “Plantio de essências nativas em área desmatada no Campus Quinta do Paraíso” e “Recuperação de uma área degradada, a partir da Agroecologia, em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro”

O primeiro tem a coordenação do professor Antonio Teva e participação do professor Alexandre Braga e do coordenador do curso, professor Carlos Alfredo Franco Cardoso. De acordo com o professor Carlos Alfredo, o objetivo do projeto é criar um horto didático onde estudantes de vários cursos poderão conhecer as espécies da Mata Atlântica. O professor Antonio explica que o Campus Quinta do Paraíso traz, entre seus diferenciais, uma localização importantíssima do ponto de vista ecológico, e com o projeto cria-se uma ferramenta de educação ambiental para as escolas públicas e privadas da região, além de uma forma de engajar produtores rurais na conscientização tanto dos benefícios ambientais quanto do desenvolvimento sustentável e inclusão social.

“É uma região nobre por manter ainda uma boa área coberta com vegetação nativa da mata atlântica, mas que precisa ser preservada em seu entorno e, em alguns locais, restaurada, além de servir como um exemplo para outros municípios que apresentam as mesmas características”, apontou o professor Antonio Teva. Para o UNIFESO, ele destaca que entre os maiores benefícios está a contribuição para o desenvolvimento sustentável da região, “pois terá papel importante no desenvolvimento das condições de trabalho e na geração de novos empregos; na contribuição para a distribuição da renda; no desenvolvimento tecnológico; e na contribuição para o fortalecimento da integração entre o UNIFESO, a população local, empresas e governo”, além da oportunidade de aprimoramento para os estudantes de graduação da Instituição.

Realizado em parceria com o primeiro, o segundo projeto tem a coordenação da professora Verônica Rocha Bonfim, dos cursos de Engenharia Ambiental e Sanitária e Engenharia de Produção. Ele visa recompor uma área degradada utilizando princípios e práticas da Agroecologia. A professora Verônica conta que está sendo feito o levantamento de dados sobre a área e visitas de campo. “É um trabalho muito importante para a região, pois temos que integrar projetos visando o planejamento rural e/ou urbano e o melhor uso e ocupação do solo, devolvendo ao mesmo as propriedades físicas, químicas e biológicas para que ele possa responder satisfatoriamente, tudo isso visando reduzir os impactos negativos gerados pelas práticas antrópicas. Importante, ainda, valorizar as práticas sustentáveis e fortalecer os grupos que já atuam com Agroecologia em Teresópolis”, observou a professora.

A professora Mariana Arcuri, diretora do Centro de Ciências da Saúde (CCS) entende que, mais uma vez, o curso de Ciências Biológicas do UNIFESO mostra seu diferencial na formação dos futuros biólogos.

Cultura de Raiz Itinerante em Guapimirim

Guapimirim amanheceu em festa neste domingo, 22 de junho, com a edição itinerante do Encontro de Cultura de Raiz. Promovido pela Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria de Cultura, o projeto visitou pela segunda vez o município vizinho, levando novamente muita alegria e animação e agradando em cheio os moradores e visitantes da região.

Nesta segunda empreitada, o evento foi realizado no restaurante Chafariz de Ouro, onde hóspedes e muitos visitantes curtiram o melhor da música do homem do campo, dançaram, se divertiram e aplaudiram com orgulho a performance dos artistas teresopolitanos, levados especialmente a Guapimirim pelo já conhecido Ônibus da Cultura.

Com a coordenação de Andrea Sant’Anna e apresentação do engenheiro agrônomo Beto Selig, a edição especial do Cultura de Raiz marcou a estreia do Palco sobre Rodas da Cultura. O caminhão, adquirido recentemente e devidamente adaptado para funcionar como um palco itinerante para os projetos da Secretaria de Cultura, fez enorme sucesso e em breve será utilizado também em Teresópolis.

Entre as atrações da edição itinerante, destaque para os sanfoneiros Zé Lopes, Heraldo do Acordeon e ainda ‘Seu’ Timbira, que apostou em um pot-pourri de canções de festas juninas e animou a plateia para formar e dançar uma quadrilha improvisada.

Um dos pontos altos da festa foi a apresentação de Aline Arthou, emocionando a todos com Romaria, e de Bia Morgan, que encantou com ‘Asa Branca’, entre outras. Destaque ainda para o forró de Fernando Mello, que se apresentou com Genaro da Zabumba e a participação do secretário de Cultura, Arnaldo Almeida, agitando a plateia com ‘Amor de Passarinho’ e ‘Zé Matuto’.

Entre outros, Zé Futrica marcou presença, assim como Wanda Pinheiro e Vera Borcard, que encantou a todos com ‘Sabiá’, acompanhada por Zé Luiz. Crésio da Vila, Zé Rodrigues e Silvio José também alegraram a plateia, assim como Felipe Rodrigues, se apresentando ao lado de Chitãozinho.

Encerrando a edição especial em grande estilo, o guapiense Írio Lima, que ao lado de Fernando Mello deu mais um show de forró, com sucessos como ‘Morena Tropicana’ e ‘Cultura de Raiz’, música criada por ele em homenagem ao projeto. Atendendo aos muitos aplausos e pedidos de bis, os artistas ainda deram uma canja, alegrando a todos. “Foi tudo perfeito. Mais uma edição de sucesso deste projeto maravilhoso. O caminhão caiu como uma luva, os artistas se divertiram e alegraram, o público se deliciou. Só temos a agradecer. Foi incrível e, com certeza, faremos outros”, disse Tânia Mara, da produtora Palavra de Arte, que intermediou a ida do projeto a Guapimirim.
           
Parceria e caminhão aprovados
Parceiro na realização do evento, o prefeito de Guapimirim, Marco Aurélio, esteve presente e aprovou a estrutura. “O projeto já era excelente. Agora, com este caminhão, ficou ainda melhor. Que possamos levar esta parceria adiante, com mais eventos em Guapimirim”, disse, acompanhado do secretário de Cultura do município, Mauro Motta.

Além das autoridades, os muitos visitantes que estiveram no Restaurante Chafariz de Ouro ficaram encantados com o projeto. “Muito bom e animado. Isso sim é música”, comentou a aposentada Conceição Castilho. “Foi a primeira vez que vi o projeto e adorei. Maravilhoso. Dancei e me diverti muito. Tomara que voltem sempre”, vibrou a professora Maria Helena Urbani.
Proprietária do restaurante Chafariz de Ouro, Neli Bresiane era só elogios. “Eu adorei. Foi simplesmente maravilhoso. Artistas de alto nível, com trabalho de qualidade e bom repertório. Toda a equipe da Secretaria de Cultura de Teresópolis está de parabéns”, destacou.

Para o secretário de Cultura, Arnaldo Almeida, o evento alcançou com êxito o objetivo proposto. “Tivemos um grande público, que aprovou e vibrou com o projeto, aproveitando cada minuto. Além disso, o Caminhão da Cultura foi um sucesso, atendeu com eficiência as necessidades da atração. Mais do que nunca, poderemos a partir de agora levar a cultura a qualquer lugar”, comemorou.

Relação de participantes
Participaram da edição itinerante do Cultura de Raiz em Guapimirim os seguintes artistas: Írio Lima, Arnaldo Almeida, Genaro da Zabumba, Zé Luiz, Beto Selig, Zé Lopes, Zé Rodrigues, Seu Timbira, Crésio da Vila, Silvio José, Wanda Pinheiro, Vera Borcard, Zé Futrica, Heraldo do Acordeon, Fernando Mello, Aline Arthou, Bia Morgan, Felipe Rodrigues e Chitãozinho, Nara Zeitune, Andréa Sant’Anna, Tânia Mara e Karen Rodrigues, além dos artesãos Luiza Coelho e Bento Rufino.

O Encontro de Cultura de Raiz foi lançado em abril de 2009, com o intuito de resgatar e valorizar artistas da cultura popular. Conta com edições mensais sempre no primeiro domingo de cada mês, na Casa de Cultura Adolpho Bloch, além das edições itinerantes.

Teresópolis: Escola de agropecuária é referência de ensino

O Centro Interescolar de Agropecuária José Francisco Lippi, em Teresópolis, se tornou referência no estado. A escola se destacou nos indicadores nacionais de avaliação da qualidade de ensino. Com 76 anos de atividades, a unidade desenvolve projetos agrícolas voltados para a formação consciente dos alunos. 

De acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), em 2013, o colégio superou a meta do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), de 4,6, atingindo 4,9 pontos. 

No mesmo ano, alcançou a melhor média entre as escolas públicas de Teresópolis, com 508,37 pontos no Enem, ficando acima da média geral da rede estadual do Brasil, que era de 484,19. Também atingiu a meta do Iderj (Índice de Desenvolvimento Escolar do Rio de Janeiro), de 3,3 pontos. Os resultados foram divulgados em 2013, referentes ao ano de 2012.

– As famílias da região acompanham os resultados. Os pais já chegam aqui sabendo das nossas notas e querem trazer o filho, que está matriculado na rede privada de ensino, para estudar em nossa unidade – disse a diretora-geral, Marlene Cupertino.

Fomento à educação ambiental é destaque
Outra área de destaque é o fomento à educação ambiental, onde são desenvolvidas práticas pedagógicas voltadas à reciclagem. Os alunos aprovam o projeto. 

– Com o curso técnico, passei a ter uma visão mais consciente. O que antes ia para o lixo e poluía o meio ambiente, hoje é fonte de renda. Aprendemos a tornar lucrativos objetos e resíduos que seriam descartados – explicou a estudante Alana Faria, de 17 anos.